Notícias

Loading...

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

A influência do pensamento Platônico nos dias atuais!




Poucas pessoas sabem que o pensamento da antiguidade tem forte influência na sociedade atual, não só depois do Renascimento, mas ainda na idade média havia grande preponderância dos ideais antigos.


O cristianismo, por exemplo, é praticamente todo influenciado pelo pensamento de Platão, e grande parte dos cristãos não tem a mínima ideia disso. Para começar, irei falar brevemente sobre esse filósofo.


A nível histórico, Platão nasceu na Grécia, em Atenas por volta de 428/27 a.C. Era de familia rica e, portanto, aristocrata (muitos defendem que isso tenha influenciado no seu pensamento) e foi pupilo de Sócrates. Sua obra mais famosa, A República, discorre sobre a justiça em forma de dialogo socrático.


Abordarei agora sobre seu pensamento, não será difícil perceber inúmeras semelhanças conforme iremos avançando.


O grande trunfo de Platão foi a criação do método idealista, de um mundo ideal, em contra partida ao mundo do sentidos (no qual vivemos). Esse mundo ideal era perfeito, permanente, portanto não estava sujeito a mudança. Já o mundo sensível, ou do sentidos, as coisas são corruptíveis, surgem e se vão. Ele busca uma verdade plena, no caso, que fosse eterna. Portanto só era possível encontra-la num mundo ideal.


Um dos discursos mais famosos do filósofo é o Mito da Caverna, onde ele diferencia o mundo sensível do ideal e coloca como prisioneiros aqueles que estão voltados para o senso comum (mundo material).


Percebemos aqui já a primeira semelhança, para o cristianismo existe algo parecido. O mundo material, onde tudo muda, e todas as coisas são corruptíveis, e aquilo que eles chamam de paraíso, onde o espírito ou alma do individuo se encontra com Deus, que é pleno e perfeito.


Coincidência? Na idade média surgiu um teólogo chamado Santo Agostinho, ele recebeu forte influência de Platão. A igreja, como todos sabem, naquela época tinha o controle total do conhecimento. Mas o que isso tem haver?





Santo Agostinho foi um dos grandes responsáveis, por assim dizer, pela "racionalização" do pensamento cristão. O cristianismo até então era uma religião de "analfabetos" voltada para os pobres e não havia uma forma sistematizada sobre sua ética, moral ou o que quer que seja.


Foi em Platão que esse teólogo achou uma grande fonte de pensamento que poderia ser utilizado para criar uma forma de religião intelectual e expor seus dogmas. O conceito de espírito e alma, que a maioria crer que foi uma ideia do cristianismo, já existia em Platão e outros filósofos da antiguidade. Agostinho absorveu e implantou na religião, somente na alma o conhecimento pode ser verdadeiro, portanto, pleno e imutável.


Uma das bases do pensamento Platônico é a reminiscência. Platão defendia que o conhecimento seria uma recordação das verdades eternas que a alma contemplara. No caso, o verdadeiro conhecimento estava em nossas almas, que eram eternas, e em vez de aprender estaríamos apenas recordando. Através de um dialogo entre Sócrates e um escravo, onde o filósofo faz com que ele deduza o teorema de Pitágoras sem nunca ter visto geometria, Platão prova que ele apenas lembrara de algo que já estava em sua alma. É claro que para um conhecimento a priori, é possível inferir algo sem nunca ter passado pela experiência. O conhecimento a posteriori (ou empírico) acaba com essa teoria.


Dai podemos dizer que surge a ideia do cristianismo da "reencarnação", um individuo teria vidas passadas e esse conhecimento acumulava-se dentro da alma num mundo ideal. Sendo assim, voltando ao mundo sensível até que sua alma estivesse completamente virtuosa.


Para nós hoje é fácil criticar o pensamento antigo e até mostrar uma forma de preconceito para com eles, mas apesar das falhas é um pensamento que está muito a frente do seu tempo e até do nosso, existem outras inúmeras semelhanças e até muito mais do conhecimento antigo no nosso pensamento que poucas pessoas param para refletir. Minha ideia aqui foi apenas abrir um pouco a mente para esse questionamento e olhar com outros olhos quando formos estudar civilizações e sociedades antigas.


Bom, depois de quase 1 ano sem postagens, decidi voltar a dedicar um pouco de tempo para o blog, espero que tenham gostado desse post e estarei escrevendo o mais breve possivel. Desde já obrigado.

3 comentários:

  1. Ficou MUITO bom! Era pra você dedicar mais tempo aqui mesmo :B

    ResponderExcluir
  2. caro amigo desejo lhe dizer que a origem de reencarnacao nao e crista e sim espirita kardecista. sobre este conceito quero ressaltar que nem no codigo canonico e muito menos em documentos quaisquer da igreja se fala ou pronuncia a palavra reencarnacao por que senao seria contra toda a Sagrada Escritura que nos diz que Jesus nos salvou da morte pela Sua ressurreicao.
    por favor peco que possa se dispor com mais atencao ao que escreve devendo ter em mente que Deus nao e brinquedo muito menos Sua palavra de salvacao.

    grato

    ResponderExcluir